terça-feira, 19 de agosto de 2014

Absurdos italianos: Comandante italiano covarde que fugiu do navio palestra sobre segurança em Universidade

Costa Concordia captain Francesco Schettino is pictured at an event on the Bay of Naples island of Ischia

Imaginem um corrupto como Berlusconi ensinar a combater corruptos ou um estuprador ir em universidades e falar sobre estupros. Pois bem, em terras italianas fizeram algo parecido.

O comandante italiano que fugiu na hora do aperto e deixou o navio Costa Concordia e alguns tripulantes morrerem (mas pagava de pegador traindo a mulher com uma amante) foi a uma universidade italiana ensinar o que fazer em casos de acidentes deste tipo.

Sim, o italiano covarde metido a pegador que faz bronzeamento artificial e parece uma laranja viva (coisa comum aqui por terras italianas entre os locais) palestrou em uma universidade na favela de Roma sobre como administrar o medo na hora de imprevistos com riscos de morte.

Parece piada mas é algo sério. O mundo ri mais uma vez dos italianos. Vejam o link aqui: http://www.telegraph.co.uk/news/worldnews/europe/italy/11016175/Capt-Francesco-Schettino-teaches-panic-management-course-at-Rome-university.html

Enfim, os italianos se tornam cada vez mais bizarros. Berlusconi quando tinha terremoto mais se preocupava em querer era transar com a médica que ajudava os necessitados. Travestis aqui viram deputados. Revistas de fofoca exalam pura pornografia. Prostitutas viram membros do parlamento. A terra prometida italiana ocupa o ranking de ser mais corrupta que o Brasil (  e olhe que o Brasil é ruim nisso, hein?). O lugar é infestado de turistas sexuais que percorrem o mundo mas querem dar aula de moral e bons costumes. O lugar é infestado de travecos que seguem a lei de mercado para comer os "pegadores" daqui (como aquele político italiano que sentou na pic@ que depois mandou matar o traveco). Berlusconi ensina as garotinhas a casarem com homem mais velho e rico para ficar com a herança, etc etc. A crise moral fica cada vez pior e a financeira faz com que os orgulhosos italianos que odeiam imigrantes migrem para limpar banheiro nos Estados Unidos. Somente os mafiosos ganham dinheiro pois o crime organizado aqui é realmente organizado.

Enfim, nada mais nada menos que italianos sendo italianos e fazendo italianices.

3 comentários:

  1. Carlo Tavecchio, de 71 anos, foi eleito nesta segunda-feira como o novo presidente da Federação Italiana de Futebol. O cartola foi eleito mesmo depois de ter feito declarações de cunho racista. Ele foi eleito com 63% dos 278 votos e vai substituir Giancarlo Abete, que estava no cargo desde 2007.
    O novo presidente do futebol italiano criou a figura de "Optì Pobà", um fictício jogador africano, para dizer que havia uma invasão de estrangeiros no futebol do país. "Na Inglaterra eles escolhem jogadores pelo profissionalismo, mas aqui (na Itália), Optì Pobà veio, comeu bananas, é titular da Lazio e está tudo bem" declarou.

    ResponderExcluir
  2. A cada dia me surpreendendo mais com a Itália

    ResponderExcluir
  3. a Itália, para quem não sabe, é um Brasil disfarçado. Tudo que ruim que temos aqui, tem lá também. Somente um imbecil para achar que lá é primeiro mundo.

    O brasileiro pelo menos é humilde. Já o italiano é um fracassado falastrão que pensa que é alguma coisa.

    ResponderExcluir

Seja bem vindo e volte sempre para postar.Seja educado que as pessoas serao educadas com voce.Manifestos racistas e xenofobos nao serao bem recebidos.Argumente com fatos e aprenda a aceitar a opiniao dos outros.

Druida e Maga.