segunda-feira, 29 de abril de 2019

Marias passporte tentam dar golpes em gringos e assim promovem o turismo sexual



Este final de semana eu e o Druida fomos visitar alguns amigos em terras italianas. Bastou cruzar a fronteira para voltar aquele fantasma da imagem da brasileira prostituta, vagabunda, vulgar apareceu.  Aquela sobre a qual escrevi neste post aqui e toda brasileira passa no exterior.

E quem promovendo isso as brasileiras que tanto dizem odiar esta fama. Correndo pegar gringo turista sexual que vai fazer a fama delas crescer mundo afora negativamente.

Paramos para abastecer e o lugar era bonito, bem no meio de uma paisagem bacana, o tempo estava bom e muita gente parando para abastecer, ver a paisagem, pegar um sol e se alimentar.

Sentamos com toda a filharada e logo percebemos no mesa do lado um sotaque pesado de duas paulistas e uma carioca. Todas com jeito de patricinha.

Com os nossos filhos evitamos de conversar em português  na rua pois estamos morando fora e aqui devemos falar o idioma local. O Druida sempre foi branco como uma vela e eu sou loura logo as meninas sentiram-se a vontade para falar besteira e mais besteira.

Na conversa das patricinhas que incluiu desde o que acontece no Brasil (elas detestam Bolsonaro), novelas (muito inteligentes as meninas-ironia) iniciaram a soltar as suas aventuras sexuais. Umas ficaram chocadas quando deram em cima de certos gringos que depois descobriram ser gays Uma se relacionava com um gringo rico que ela prentendia namorar pois ele tem uma casa grande e um carro legal. Outra queria se divertir com qualquer gringo mas era muito nova para namorar logo queria pegar geral. A terceira quer mesmo casar mas tem que ser com um gringo rico branco de olho azul.

Depois as mesmas idiotas falavam de homofobia e contra o racismo.

Enfim, fui muito paciente com estas vacas no passado e como muita mulher ficava horrorizada quando criticavam uma mulher brasileira. Mas devo deixar a parte emotiva de lado e ver os fatos: fora os aliciadores que realmante abusam de forma criminosa de inocentes os turistas sexuais tem a vida facilitada por um bando de vagabunda simpatizante das feministas que fedem a hipocrisia. Usam a vagina como uma reserva coletiva de esperma, prostitutas sem carteira assinada e acabam dando uma fama infeliz a toda mulher trabalhadora e que quer vencer na vida honestamente.

O Druida me alertou sobre isso inicialmente mas agora somente fala de cozinha. Ele disse para mim que de nada adianta se estressar pois se ele alerta o tratam como macho capitalista. Verdade, estas vagabundas fazem a fama e depois querem que um idiota limpe tente proteger a imagem delas.

Tem que deixar estas vadias se ralar. Por isso eu aconselho sempre a desconfiar de brasileira no exerior: grande maioria golpista ou prostituta. Poucas honestas.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

Café colonial e 10 mitos sobre a Itália para desavisados



Aqui no blog sempre parece um ou outro descendente de italianos que escreve sobre uma Itália fantasiosa e muitos nunca viram aqui para a  Itália.

Vamos demonstrar uns fatos aqui sobre a  Itália de verdade:

1- Vamos no café colonial italiano.
Mito: Nunca existiu este tal de café colonial italiano. O tal café colonial que mistura queijos, presuntos, doces a francesa, italiana e da Alemanha entre outras coisas foi algo criado por descendentes de europeus do sul do Brasil. Isto existe somente no Brasil.

2- Itália, neve, frio?
Mito: A Itália sempre foi conhecida na Europa como o "bel paese", lugar bonito. O resto da Europa enxerga a Itália como sol, mar, calor, sorvete, comida. Existe neve e montanha mas o resto da Europa enxerga o solo italiano como lugar de veranear por alguns dias.

3- Italianos, povo trabalhador.
Mito: A Itália sempre foi conhecida na Europa como terra de aproveitadores da vida. A frase "dolce vita", doce vida, deixa a entender uma vida de lazer e pouco trabalho. Os imigrantes italianos que foram para o Brasil certamente trabalharam um monte. Quem sabe alguns dos antigos italianos antes da II guerra trabalhavam bastante. Mas o italiano de hoje em geral trabalha pouco.

4-Dieta mediterrânea italiana?
Mito: A dita dieta mediterrânea nunca foi algo criada por italianos e sim tem origem em diversos povos do mediterrâneo, como franceses do sul, italianos do sul e outros.

5- Café italiano?
Mito: O tal café italiano nunca existiu pois a Itália nunca produziu café. Todo café italiano tem origem de outro lugar, logo, importado para a Itália.

6- Suco de uva italiano?
Mito: Italianos usam a uva em geral para vinho e grappa. Ponto. Suco de uva não é popular na Itália.

7- Rodízio de pizza italiano, ueba....
Mito: Mito gigante. Italianos em geral detestam e acham nojento o tal rodízio de pizza (coisa criada por descendentes brasileiros) assim como pizza doce e usar condimentos como maionese, mostarda e outros para comer pizza. Na hora de comer pizza cada italiano come uma pizza com com o mesmo sabor e adiciona um azeite de oliva pra radicalizar e nada mais.

8- Italianos somente comem macarrão.
Mito: Italianos comem muita massa de qualquer tipo. Pizza, lasanha e muitos tipos de massa que segundo eles deve sempre se adequar a um molho em particular. Nunca qualquer massa com qualquer molho. O macarrão é somente um destes tipos de massas.




terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Treta italiana: Brasileira é agredida na Itália por não falar língua local



Mais uma brasileira agredida na Itália.

Pelo que pesquisamos : Uma brasileira de 47 anos foi agredida faz poucos dias em Mereto di Tomba, na região de Friuli Veneza Giulia, nordeste da Itália,  porque não sabe falar a língua local. Segundo relato do jornal "Il Gazzettino", a mulher entrou em um restaurante da cidade e pediu duas pizzas para viagem, "em bom italiano". Um caminhoneiro presente no local, no entanto, começou a gritar: "Aqui estamos no Friuli, você tem de falar friulano por lei".

A brasileira, para evitar confusão, saiu do restaurante, mas o homem a seguiu até o lado de fora. Apesar dos esforços do filho da vítima para contê-lo, o caminhoneiro a empurrou e deu um soco em seu rosto. A mulher foi levada a um pronto-socorro com sangramento no nariz.

Os nomes da vítima e do agressor não foram divulgados.

O friulano é uma língua latina minoritária falada na zona histórico-geográfica de Friuli, que compõe a região (estado) de Friuli Veneza Giulia. Ela é comum nas províncias de Gorizia, Údine e Pordenone e em algumas cidades do Vêneto.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Verdadeiraitalia: Não achamos a fonte e muito menos achamos o nome das pessoas. Mas vamos assumir que isto seja verdade....e existe grande change de ser.....

Primeiro, em terras italianas tem italiano que detesta falar italiano pois prefere os dialetos locais. Muitos italianos tem mais orgulho de serem nascidos em certos povoados e cidades do que terem nascidos em solo italiano. Sim, o bairrismo existe  e é bem mais forte que no Brasil.

Segundo, este imbecil acha que o dialeto dele deve ser falado no mundo todo. Ora, baixe a bola, bello. Nem todo mundo quer aprender um idioma/dialeto que vai ser esquecido em pouco tempo e que pouco pode ser usado. Existem outros idiomas para aprender e que podem ser usados mundo afora. O mundo não gira em torno da Itália.

Terceiro, que isto sirva para os deslumbrados puxa-saco que querem adivinhar o que um estrangeiro quer falar no Brasil e acham divertido estrangeiro falar errado o nosso idioma. Igualdade de tratamento. Fale o nosso idioma de modo correto e tente exigir isso educadamente dos estrangeiros no Brasil. Respeito.

Quarto, aonde se encontram as feminazi marmita de gringo cujo objetivo na vida parece ser dar o golpe do passaporte e ostentar riqueza mentirosa no Facebook para as amigas? Querem ostentar homem como boas vadias feminazi. Indo mais longe: se este gringo for para o Brasil vai pegar geral as marias passaporte que acham tudo do exterior "fofinho". Bando de vadias burras do cacete que me fazem vergonha de ser mulher brasileira. Envergonham do pai aos filhos. Este tipo de vadia que se relaciona com turista sexual sim deve apanhar. 

Quinto, obviamente, a mesma esquerda que quer abrir as fronteiras para qualquer terrorista na Europa que quer literalmente tocar o horror aqui vai usar as mulheres como massa de manobra vai usar isso como "racismo"e outros vitimismos. Neste caso, parece que realmente foi racismo.  Mas os blogs das brasileiras dondocas sustentadas pelos maridos querem falar da farinha, do chuveiro, das flores, da grama. Ou seja, futilidades das maria passaporte.

Desejamos a todas leitoras e leitores um excelente 2019. Realismo e energias boas misturadas para quem nos segue por aqui.

Maga.


domingo, 16 de setembro de 2018

O diabólico fascismo: Tudo o que o seu professor de história não contou pra você




O termo “fascismo” está na boca de muita gente, especialmente daqueles que se posicionam à esquerda no espectro político, e seu amplo uso banalizou a expressão como um mero xingamento a quem discorda dos ideais que este grupo defende. Para a esquerda tudo virou fascismo.

"O “fascismo” tem sido amplamente utilizado pela esquerda para tudo que for contra com a direita. Contrarie um esquerdista com fatos e prepare-se para ser xingado de fascista. Lembro de quando morei em Londres nos anos 90 e uma patricinha inglesa xingou um amigo meu que lutava no Iraque pelo Reino Unido pois ele defendia o capitalismo. Os antepassados dele lutaram na II guerra mundial contra os fascistas e nacionais socialistas (nazistas).

Muita gente hoje fala sobre fascismo por nada. O vegano chama quem come carne de fascista. Discorde de algum fato e o mimimi do fascista  vai se iniciar.

Outros estudantes de humanas de alguma federal acham que algo relacionado a um mundo militar o torna fascista.  Que mentira. Podemos ver os membros da realeza no Reino Unido ou os pracinhas brasileiros, dos Estados Unidos e Reino Unido que durante a II gurra mundial, como militares, combateram o fascismo e nazismo na base da bala.

Vamos aos fatos:

Fascismo é uma forma de radicalismo político autoritário que ganhou destaque no início do século XX na Europa e teve origem na Itália. Os fascistas procuravam unificar sua nação através de um Estado totalitário que promove a vigilância, estado controlando todos os meios, a mobilização em massa da comunidade nacional, confiando em um partido de vanguarda para iniciar uma revolução e organizar a nação em princípios fascistas. 

Benito Mussolini pode ser considerado o pai do fascismo. 

Um resumo sobre o fascismo quer pode ser lido na frase de Benito Mussolini. Guardem bem esta frase: "Tudo no Estado, nada contra o Estado, e nada fora do Estado".

A essência do movimento fascista é uma ordem social e coletiva totalmente dominada pelo Estado  que se aproxima inexoravelmente de outros movimentos ligados ao totalitarismo como o comunismo/socialismo.

Podemos assistir aqui Musslini falando sobre o assunto: 


Além dessa ilustração áudio-visual, devemos analizar as características práticas do fascismo e a biografia de Benito Mussolini, pai do fascismo, para então podermos julgar coerentemente a qual lado do espectro político o fascismo deve ser associado.

Benito Mussolini foi desde sua infância fortemente influenciado pelos ideais socialistas revolucionários de seu pai, Alessandro Mussolini.

Quando jovem, Benito participou ativamente do movimento socialista escrevendo para o jornal L'Avvenire del Lavoratore, discursando para operários e cumprindo função de secretário do sindicato dos trabalhadores. Por seu temperamento forte e polêmico foi expulso do Partido Socialista em 1914 e após a Primeira Guerra Mundial formou uma milícia paramilitar que futuramente viria a dar origem ao Partido Fascista, no qual Mussolini seria nomeado primeiro-ministro. Longe de caracterizar-se como uma oposição ideológica, o novo partido de Mussolini surge como uma concorrência ao Partido Socialista. Os ideais fascistas consistiam em construir um Estado forte e centralizador e atrair a classe operária para formar uma mentalidade coletivista proletária subjugada ao Estado. Apesar de fazer acordos estratégicos - necessários para sua sobrevivência política - com a burguesia e a Igreja, os inimigos ideológicos dos fascistas eram os mesmos inimigos do socialismo soviético: a moral judaico-cristã, o capitalismo e a noção de governo limitado e descentralizado. 


Mussolini e os demais fascistas leais fundaram a República Social Italiana, com Mussolini como chefe de Estado. Mussolini procurou radicalizar o fascismo italiano e revolucionar a sociedade, declarando que o Estado fascista havia sido derrubado porque o fascismo italiano tinha sido combatido pelos conservadores e a burguesia italianos. Em seguida, o novo governo fascista propôs a criação de conselhos de trabalhadores e participação nos lucros da indústria.

Felizmente os fascistas perderam a batalha tendo pracinhas brasileiros da FEB como uns dos mais aguerridos combatentes.

Ou seja, o fascista quer o Estado controlando tudo. No livro de Mussolini, " O Estado Corporativo", o autor desenvolve as suas ideias. No programa de governo do Mussolini, entre outras medidas existe a Carta del Lavoro (CLT), ele prega leis trabalhistas, promove o apoio a sindicatos, reforma agrária, empresas estatais de energia, água e transportes públicos e por aí vai... 

Qualquer semelhança com as leis e estrutura administrativa brasileira hoje não é mera coincidência.

 O fascismo nasce do socialismo e em si sempre foi um movimento coletivo. Estranho relacionar o fascismo apenas ao uso da violência para a obtenção ou manutenção do poder, excluindo-se a essência deste movimento que é uma ordem social totalmente dominada pelo Estado. Os aliados (grupo que o Brasil fez parte) derrotaram o fascismo e nazismo durante a II guerra o fizeram pelo uso da violência assimo como o BOPE combata traficantes com uso de armas. A pessoa deve ser muito inocente para acreditar que seres perigosos devem ser combatidos com flores e beijos.

Lembremos que o mesmo vale para o nacional- socialismo ( nazismo) em muitos casos. Ambos movimentos beberam de fontes esquerdistas. Nem sempre que parece lutar contra se comporta como oponente. Ao estudarmos o comunismo notamos que existe um mata-mata entre comunistas na lutar pelo poder ao mesmo tempo que falam de igualdade, paz e amor. Muitos se comportam como concorrentes selvagens usando de todos os meios para tomar e poder e implementar um Estado que controla totalmente a vida das pessoas.

Recordando: Um resumo sobre o fascismo quer pode ser lido na frase do filho do capeta chamado Benito Mussolini : "Tudo no Estado, nada contra o Estado, e nada fora do Estado".


domingo, 26 de agosto de 2018

Itália primeiro mundo? As falhas italianas que levaram ao desabamento da ponte de Gênova



Todos as pessoas sabem sobre o o colapso da ponte de Gênova. Infelizmente, pessoas inocentes morreram mais uma vez em solo italiano (muitas dentro de carros) devido a falta de preparo de profissionais que deveriam tomar conta de uma obra deste tamanho pelo que dizem os investigadores.

A ponte, conhecida também como o viaduto de Polcevera, localizava-se em cima de uma zona industrial, de uma ferrovia e de um rio. Construída em 1968, a ponte foi reconstruída dois anos atrás, em 2016. Com o  risco de desabamento de outros trechos da ponte, foi solicitada a  evacuação de todos os edifícios nos arredores.

A ponte sempre foi utilizada por ligar terras italianas e terras francesas.

O ministro do Desenvolvimento Econômico e vice-primeiro-ministro italiano, Luigi Di Maio, responsabilizou a empresa Autostrade per l'Italia — que faz m anutenção das estradas do país — pela tragédia. Segundo ele, o Ministério da Infraestrutura e Transporte italiano já deu início à rescisão do contrato com a empresa.



Uma parte da ponte em Gênova de comprimento de 200 metros desabou no dia 14 de agosto, levando a vida de 39 pessoas e deixando ao menos 13 feridas.

Muitas vezes escutamos pessoas emotivas e sem dose da realidade que ficam falando mal do Brasil por qualquer coisa (Imaginem se fosse no Brasil? e outras besteiras) como se no exterior tudo fosse mil maravilhas. Uma tremenda idiotice pensar deste modo.

A Europa possui muitos problemas. E a  Itália em geral como sempre falamos passa longe de ser  primeiro mundo devido a falta de profissionais qualificados em muitos campos somada a uma cultura antiquada,  do quem indica e um governo mafioso corrupto.

Mais uma vez o povo paga o pato.

Sabe-se que as cidades e obras italianas foram criadas faz anos mas o romantismo deste povo emotivo que prefere ver pessoas morreando ao se modernizar mais uma vez deixa rastros. Isso aconteceu com terremotos antes e tantas outras coisas.

Sou um amante da gastronomia e seus detalhes mas quando o povo fica fazendo teorias mimizentas sobre o molho da pasta mas esquece de coisas realmente importantes, bem..... a coisa desanda.

Nossos sentimentos aos inocentes que faleceram e familiares.

E tem brasileiro descendente de italiano passando vergonha nesta conversa toda. Vejo na internet uns descendentes burros que se negam a ver um mapa e desconhecem coisas como norte, sul, leste e oeste. Ficam dizendo "Meus antepassados moravam perto do lugar do acidente, tipo, Napoli ou Veneza"

Mas hein? Napoli e Veneza ficam muito longe de Gênova.

Abram um mapa, vejam no Google, seus filhos de rapariga.

Para finalizar, os franceses da revista Charlie Hebdo (conhecidos pelo gosto duvidoso de piadas) fazem mais uma capa tirando onda com os italianos.  Para os desavisados que acham tudo primeiro mundo: italianos, franceses, pessoal da Alemanha e de outros lugares da Europa tem uma rivalidade muito antiga e um sempre fica cutucando o outros.

Capa do "Charlie Hebdo" sobre a tragédia de Gênova

domingo, 17 de junho de 2018

Quadradice italiana na cozinha: italianos reclamam da manteiga de amendoim mas se lambuzam de Nutella e marmelada



Ao observarmos um italiano, notamos um comportamento tradicional:
- Sempre falam sobre comida a todo o momento. Se acabam de comer, iniciam a falar sobre o jantar, etc.
-Caso a comida seja de outro lugar (Brasil, Estados Unidos, Irlanda, Reino Unido, etc), vai ser vista como nojenta (che schifo, que nojento).

Bonus:
-Uns comparam com a comida da mamma ou da vozinha.
-Outros mostram aquele patriotismo italiano de mentira e tentam falar sobre uma dieta nutritiva desde que o produto alimentar seja italiano mesmo que na verdade seja uma tranqueira (Nutella, marmeladas, doces, gorduras, etc).

Este parece ser o caso da manteiga de amendoim.
Aqui em casa comemos de tudo. Educo os meus filhos para terem uma dieta nutritiva mas ao mesmo tempo variada. Ensino que refrigerantes fazem mal e tudo o mais. Mas existe dia para chutar um pouco o balde mas sem loucura.

Morei nos Estados Unidos e Australia e nestes lugares a manteiga de amendoim sempre foi popular . Peguei gosto por este produto e aprendi  fazer receitas bem nutritivas. A manteiga de amendoim por sinal tem muita coisa boa nutritivamente.

Mas quando morei em terras italianas os italianos achavam a manteiga de amendoim nojenta e uma porcaria para o corpo mas comiam muita Nutella e marmelada (????).

Vai entender este povo que nega estudos e nem sabe ler os valores nutritivos dos produtos.


terça-feira, 12 de junho de 2018

Controle de fronteiras: Itália põe em prática ‘tolerância zero’ com imigrantes ilegais




A Itália se recusou a deixar um barco com 629 refugiados atracar em qualquer um dos seus portos e indicou neste domingo, 10, que vai colocar em prática a política linha-dura para impedir a entrada de imigrantes ilegais prometida pelo governo eleito em março. Os italianos pediram à Malta para abrir suas portas à embarcação, provocando um mal-estar diplomático com a ilha mediterrânea, aliada italiana. 

 “A partir de hoje, a Itália começa a dizer ‘não’ ao tráfico de seres humanos, ‘não’ ao negócio da imigração clandestina”, escreveu em sua conta no Facebook Matteo Salvini, novo ministro do Interior italiano e líder da Liga, o partido que se aliou ao Movimento 5 Estrelas (M5E) para formar o novo governo do país. Os imigrantes foram resgatados pelo navio Aquarius, operado pelas ONGs SOS Méditerranée e Médicos Sem Fronteiras (MSF). A maioria tentava fazer a arriscada travessia da Líbia para a Europa, em embarcações precárias, pelo Mar Mediterrâneo. A MSF disse que os passageiros foram capturados em seis diferentes operações de resgate na costa da Líbia e centenas foram retirados do mar por unidades navais italianas.

O Ministério do Interior da Itália recusou autorização para o navio atracar no porto de Pozzallo, na Sicília, e enviou um comunicado “urgente” às autoridades de Malta, afirmando que o porto “mais seguro” para o navio Aquarius atracar era o da capital da ilha, Valeta. Segundo o comandante do Aquarius, Malta ofereceu apenas assistência marítima.“No Mediterrâneo, há navios com bandeira da Holanda, Espanha, Gibraltar, Grã-Bretanha, há ONGs alemãs e espanholas, há Malta, que não acolhe ninguém; a França rechaça imigrantes na fronteira, a Espanha defende suas fronteiras com armas. Em resumo, ali está toda a Europa que cuida dos seus próprios assuntos”, afirmou Salvini. 

Malta disse que o resgate ocorreu em águas internacionais ao largo da Líbia e, pelas leis marítimas, as operações são coordenadas pela Itália. “Malta não é a autoridade competente nem coordenadora neste caso, e observará as leis vigentes”, disse seu governo.

Salvini e o novo governo italiano parecem ter começado a cumprir suas promessas eleitorais de deter o fluxo de imigrantes para o país. Salvini, que além de ministro do Interior é vice-premiê, disse que seu objetivo é “garantir uma vida serena a estes garotos na África, e a nossos filhos, na Itália”.

Salvini ganhou popularidade na Itália ao transformar a Liga, partido tradicional que lutava pela independência da Padânia, um conjunto de regiões no norte do país, em uma das mais fortes legendas de extrema direita da União Europeia, com um discurso de “tolerância zero” sobre a imigração.

Para frear o número de deslocados externos na Itália, ele e a Liga pregam uma equação que une a deportação de dezenas de milhares de pessoas sem documentos à redução drástica dos desembarques de navios que operam no Mediterrâneo.
Mais de 630 mil imigrantes chegaram à Itália de barco da África nos últimos cinco anos, segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur).

Verdadeira Itália: Sempre nos perguntam o que pensamos sobre este assunto. Sofremos racismo e preconceito quando moramos em terras italianas e sabemos que italianos em geral se comportam de uma maneira burra e arrogante. Minha esposa sofreu um preconceito muito pior ( AQUI) em parte por culpa de brasileiras prostitutas feminazi que falam mal de turismo sexual mas querem dar a perseguida para o primeiro gringo que falar um oi. 

Pois bem....
Mas por mais louco que possa parecer apoiamos o governo italiano neste controle de fronteiras.
Por qual motivo? Preconceito e racismo muito se difere de defender a fronteira de imigrantes ilegais (alguns terroristas) que chegam em terras alheias e querem ajuda de qualquer maneira.

Um imigrante legal muito se difere de um ilegal ou refugiado.

Toda pessoa tem o direito de decidir quem visista  a sua casa. O mesmo se aplica  a governantes que decidem quem deve poder viver e trabalhar em terras estrangeiras. Esta conversa de mundo sem fronteira sempre foi e vai ser uma utopia barata. O Brasil tem o dever de enducere o controle de fronteiras em muitos casos.

A Europa por sinal deve acordar do pesadelo do polticamente correto: ilegais chegam na costa italiana fazendo vitimismo e sabem que a Europa vai acolhe-los. Isto a longo prazo gera caos e conflito devido a culturas diversas e costumes completamente diferentes. Muitos destes querem se beneficiar da ajuda dada pelo governo que cai na conta de imigrantes legais que pagam impostos e nada tem de ajuda.

Para finalizar, os europeus afetados pela esquerda assim como as feminazi que controlam a cultura local pregam que europeus devem ter poucos filhos e inclusive uns querem o aborto de fetos europeus. Os refugiados e ilegais tem muitos filhos e a curto prazo a Europa vai ser dominada, segundo dizem alguns estudiosos. 

Querem ajudar os refugiados? Hora de dar dura nos mafisos e traficantes de pessoas que prometem mentiras aos refugiados. Devemos ensinar ou ajudar os refugiados a desenvolverem os lugares que deixaram. Cuidar da propria terra, cidade. Abrir o mercado, etc.

Entendo que seres humanos devem ser ajudados mas este tipo de ajuda de mentira hippie paz-e- amor da esquerda nunca vai parar o problema.

Para finalizar: Liga, o partido que se aliou ao Movimento 5 Estrelas (M5E) para formar o novo governo do país? Quem diria, hein?