sábado, 14 de maio de 2011

Seria o Brasil somente país de samba,desorganizaçao e baixarias??

Uma leitora me enviou uma resposta apos eu responder um topico em outro blog. O texto é esse abaixo:

Oi Druida,
voce tem muita razao em varios aspectos. vou te falar tb dos brasileiros q moram fora do brasil. sao desesperados quando veem uma brasileira no pedaco e sao tao machistas e interessados so em sexo como a miaioria dos nativos no exterior.
Druida: Obrigado pelo apoio.Voce acha que homem brasileiro é desesperado por voces?Eu nao sou.E o que dizer das mulheres brasileiras que criam comunidades no orkut, FB,blogs e paginas na internet pra falar de homem estrangeiro.Isso nao seria um desespero?O sujo e o mal lavado.Nunca falei que brasileiro nao é machista.Mas somos tao machistas que ajudamos a eleger uma mulher presidenta. E aqui na Italia quando isso vai acontecer??Aqui nao tem programa com bundas?Mulher nao é vista como objeto?Olhe esse filme italiano abaixo.Recomendo voce ver.





a mioria, 'e um pouco perdida, nao sabe o q foi fazer la e ou ja soube e nao sabe mais. sao mega amargurados pq dificilmente fazem amizades com nativos, vivem reclamando de tudo e mesmo assim nao voltam pro brasil.
Druida:acho que  as vezes ambos brazucas, homens e mulheres, perdem o foco e ficam aqui porque acham que morar na Italia é o paraiso e o euro vai salvar a vida mesmo suportando humilhaçoes.E ambos reclamam sem fazer nada pra mudar.Pior sao aquelas pessoas(como umas mulheres que conheci) que casam com os nativos e reclamam de serem tratadas mal pela mae,pai ou que se tornaram empregadas domesticas e babas de homens ja adultos.Isso nao é "qualidade"so masculina.

morrrem de medo da mulher, namorada ou pretendente os largar por um italiano q seja um bom partido para nao se sentirem muito mal. pois se veem as brsaileiras com um stronzo italiano, ao menos, podem falar pro resto ela 'e um idiota mesmo.
Druida: acho que medo nao é a palavra.Qualquer um tem receio que o parceiro/a que voce ama te troque por alguem.Isso é humano.Mas depende de voce conhecer a pessoa e como voce a seleciona pra entrar no seu mundo.Tudo pode acabar logo.O problema é que brasileira é deslumbrada em relacionamento.Cria fantasias pois foi criada vendo novela e ainda temos essa sindrome de amar tudo o que vem de fora e importado, mesmo que seja um merda. Isso agora è feminismo e woman power.
Nao falo mal de quem se relaciona com alguem de outro lugar por falar mas de gente que acha que tudo vai dar certo porque o outro é estrangeiro/a,fala com sotaque e tem habitos diferentes dos nossos.Isso é deslumbramento e ao meu ver coisa de criança imatura.Nao é de se admirar que a mulher brasileira tenha fama de facil: os gringos vem pra ca, falam com sotaque e fazem gol e depois contam pra meio mundo como é facil conseguir sexo aqui.

mas nao e esse o caso, quando vc sai do seu lugar ou do seu pais por qualquer motivo, vc deve estar disposta a conhecer e aprender a conviver com as pessoas do novo lugar onde vc esta. ninguem vive sozinho e viver a margem em um gueto de estrangeiros por muito tempo tb 'e mto ruim. mesmo q nao haja relacionamento amoroso, a convivenca vai acontecer na faculdade, no trabalho, no transito, no dia a dia da cidade, nas amizades...ou ate mesmo num namoro.
Druida: concordo. O ser humano é um animal social e deve viver em um grupo social.Isso é fato.Fiz amizade com nativos muito facil e verdadeira porque sei que ninguem quis me comer mesmo sendo grande a quantidade de homosexuais aqui. Ja a mulher brasileira vai conseguir amigos como se os caras sempre tem sexo por interesse?E a mulher brasileira sabe disso, estamos em 2011.Sem falsas inocencias.

pode ficar tranquilo, q atras de brasileiro eu nao vou correr, pq a maioria 'e uma furada assim como a maioria dos italianos tb sao.
Druida:nao sei se foi voce que tinha escrito uma msg antes no blog mas nao é o que pareceu. Ja sabia que voce nao iria querer se relacionar com um homem brasileiro.Isso é classico.Mulher brasileira no exterior em geral escolhe se relacionar nao so com italiano mas com qualquer estrangeiro por status pra familia e amigas.Ao mesmo tempo depois reclamam da fama de prostitutas e do pais ser um lugar muito frequentado por turistas sexuais(italianos maioria).Incoerencia pura.De qualquer modo aconselho voce a selecionar o seu parceiro pra ele nao sair queimando depois a imagem do nosso pais e do nosso povo.

 nem de homem nenhum, geralmente sao eles q vem ate mim. ai seria bom ter criterios e sber a opiniao de quem tem mais experiencia para escolher bem.
Druida: voce é tao bonita assim?Legal.Mas pra ajudar a melhorar a imagem do seu genero sexual e do seu pais que tal colaborar e combater o turismo sexual sem tentar se deslubrar e babar o ovo de qualquer estrangeiro por ai so porque voce viu novela quando criança?Sei que isso é um fator cultural e nao tem nada a ver com viver a margem da socieade.Isso é balela.

vai respirar um pouco, fazer um puco de turismo na italia, aproveitar as coisas boas q o pais tem pra te oferecer ja q vc ta ai
Druida: quando consigo viajo pra turismo.Acho legal, aproveito mas sei que é ilusao.Agora com dois filhos vai ser dificil.A unica viagem que quero fazer é ir pra Suécia de vez e ir morar ao primeiro mundo de verdade.vc parece ser muito chato e amargo precisa de distracao.pra nao se tornar uma velha (sogra) italiana insuportavel.
Druida: foi pro pessoal agora.Que pena. Nao me chamam de chato. Sou chamado de um cara amigo e que abre os olhos.Chato sao as pessoas que nao sao responsaveis pelos seus proprios atos e depois reclamam da vida pra qualquer brazuca como eu (ja escutei muita historia de brasileira mal amada que fantasiou uma coisa e viu outra coisa diferente em casa).Amo meu trabalho, minha familia, meus filhos, minha amada esposa e estou longe de aparecer uma sogra italiana. Sou de bem com a vida sim, mas nao acredito em tudo que me falam e muito menos deslumbrado como grande parte das mulheres brasileiras.
Os politicos aqui sao corruptos, desconhecem a propria historia e o porque de um proprio feriado,igual ou pior ao Brasil.

video


PS:conte a sua historia.Voce ja sofreu preconceito aqui?Envie um email pro verdadeiraitalia@gmail.comvai respirar um pouco, fazer um puco de turismo na italia, aproveitar as coisas boas q o pais tem pra te oferecer ja q vc ta ai.

12 comentários:

  1. Excelenta post.Quebrou tudo,Druida.

    João Alves Cunha

    ResponderExcluir
  2. Então,me explica uma coisa, TODAS as mulheres brasileiras que se relacionam com homens italianos/estrangeiros são deslumbradas/fáceis? Existem casos sim,que dão certo e são mulheres felizes, assim como as mulheres que se casam com brasileiros quando dá certo e são felizes também. Do jeito que você expõe, parece que TODAS estão fadadas à infelicidade. E outra coisa, SOMENTE HOMENS podem fazer amizades sinceras? As brasileiras NUNCA terão um amigo? Gosto muito do seu blog, muitas das coisas que você diz são verdadeiras, mas neste ponto, discordei.

    ResponderExcluir
  3. Continuando o comentário anterior, eu já vi casos também de mulheres de outras nacionalidades casarem-se com italianos e darem certo! Concordo que, a grande maioria fala mesmo de mulher brasileira,que tem má fama, mas me diga, o homem brasileiro também não fala? O homem brasileiro também não quer somente sexo fácil? Vanessa

    ResponderExcluir
  4. O X da questão é a EXPECTATIVA que cerca o enlace Homem Estrangeiro X Mulher Brasileira. No passado, muitos italianos e portugueses que imigraram ao Brasil se casaram com mulheres brasileiras, e esses casamentos deram certo e foram perfeitamente normais. Mas isso era porque ambos tinham um nível sócio-cultural mais ou menos semelhante, e só queriam encontrar um parceiro(a). Os portugueses, sobretudo, ficaram famosos por casar com mulatas. Mas isso não significava que os portugueses tinham uma atração atávica por mulatas (lenda muito difundida sobretudo por Gilberto Freyre). A causa verdadeira era mais prosaica: no Brasil de antanho, existiam poucas mulheres brancas, e menos ainda mulheres brancas dispostas a se casar com colonos pobres.

    Na época atual, o número anormalmente alto de homens europeus casados com brasileiras prostitutas ou de caráter questionável, é por si só suficiente evidência de que os sentimentos que unem mulheres brasileiras a homens europeus não são honestos nem sinceros, o que, por sua vez, é suficiente evidência de que NÃO EXISTE MAIS AQUELA AMIZADE que um dia houve entre brasileiros e europeus. Eu pude constatar isso pessoalmente algumas vezes que estive na Europa, e aproveitei para visitar parentes (tenho ancestrais suiço-alemães). Só senti amizade da parte de parentes idosos. Os mais jovens, bem, poupe-me!

    Respondendo à pergunta da Vanessa, o homem brasileiro também não quer somente sexo fácil? Não mais do que os homens de qualquer nacionalidade, assim como a mulher brasileira, tirada a média, não é mais safada do que a mulher de qualquer outra nacionalidade. Conheço o mundo o suficiente para atestar isso. Agora, se existe um número anormalmente alto de casais tipo Homem Europeu Que Só Quer Sexo X Mulher Brasileira Que Só Quer Grana, há um motivo para isso, não se trata de obra do acaso.

    Vou tentar explicar esse motivo em outro post.

    ResponderExcluir
  5. Prosseguindo o post anterior, o motivo de tantos casais Homem Estrangeiro X Mulher Brasileira de caráter questionável, a meu ver, está ligado à EXPECTATIVA que cerca esse enlace. Eu não estou chutando, o que eu vou escrever aqui eu li em vários sites de estrangeiros falando do Brasil.

    Há uma expectativa de que os brasileiros, como povo, são expontâneos, "naturais", guiados por instintos básicos (comer, beber, dançar, fazer amor) em oposição ao povo "frio" da Europa, regido por costumes que disciplinam seus instintos básicos. Isso se aplica sobretudo à mulher brasileira, que é imaginada como possuidora de uma sensualidade não-reprimida, e ao mesmo tempo, disposta a se tornar uma típica esposa tradicional, daquelas que as feministas chamam de mulher-objeto. Pode parecer uma grande contradição se esperar que uma mulher seja, a um só tempo, totalmente liberada quanto à vida sexual, e não-liberada a ponto de querer se tornar uma esposa tradicional, mas uma vez entendida a construção que é feita, não há contradição nenhuma: mulheres brasileiras são naturais, e seu comportamento, portanto, deriva de estar ela sujeita aos instintos da natureza, bem como ao papel "natural" da mulher no casamento.

    Com essa idéia na cabeça, muitos homens europeus, notadamente aqueles que têm dificuldade de relacionamento com o sexo oposto, buscam mulheres brasileiras acreditando que elas não lhes exigirão a respeitabilidade exigida pela mulher européia. Afinal, respeito pressupõe uma moral, e mulheres brasileiras não têm moral porque são naturais, não-regidas por regras ou costumes. Não há problema, inclusive, em se casar com uma prostituta brasileira, pois a distinção Prostituta X Mulher Honesta só se aplica onde há uma moral, e não faz sentido para mulheres que são inocentes como índias (obviamente, eles considerariam imoral e absurdo casar com uma prostituta de sua nacionalidade).

    Vou prosseguir em outro post.

    ResponderExcluir
  6. Prosseguindo o post anterior, tudo o que eu escrevi pode parecer bastante imaginoso, mas não é viagem minha não - eu juro que li disso tudo em sites pretensamente "antropológicos" de homens estrangeiros querendo encontros com brasileiras. Essas concepções a nosso respeito não se limitam ao submundo dos turistas sexuais - se prestar atenção, você nota que elas permeiam toda a percepção do europeu médio quanto à história e à cultura brasileiras. Basta ver a representação que é feita do Brasil na Europa, centrada em carnaval, danças sensuais, índios, macumba, selvageria, ao mesmo tempo que qualquer presença brasileira em áreas consideradas "civilizadas" - urbanismo, balé, canto, ópera, artes plásticas, medicina, ciência, tecnologia - é ignorada. Não que tenhamos sido particularmente brilhantes nesses setores (afinal, somos pobres e pouco instruídos) mas é bem perceptível o incômodo que se apossa do europeu quando um brasileiro "invade" seu espaço civilizacional, ou mesmo quando apenas lembra-o ser o Brasil um produto da Europa, e portanto um membro do Mundo Ocidental, tal como os EUA e o Canadá (você, Druida, inclusive deve ter notado o desconforto que se apossa dos italianos quando lhes lembramos que há tantos descendentes deles no Brasil).

    Claramente, não querem nos considerar herdeiros de sua civilização, preferem jogar sobre nós uma dicotomia Civilizado (eles) X Selvagens (nós) que explica, entre outras coisas, o papel reservado às mulheres brasileiras no imaginário deles. Há nessa atitude, mais que uma arrogância, uma clara INIMIZADE. Repito, eles não são nossos amigos. Foram no passado, não são mais, é triste dizer, mas é verdade.

    Vou continuar em outro post.

    ResponderExcluir
  7. Prosseguindo, para denotar a INIMIZADE presente nessa atitude, eu vou fazer uma comparação. Notei, em outros tempos (e presumo que continue igual hoje) que os estudantes árabes das universidades americanas (em geral filhinhos de papai) só conviviam socialmente com um tipo de mulher americana: a profissional do sexo. É verdade que não lhes faltava dinheiro para contratar prostitutas, mas mesmo assim achei estranho que não tivessem amizade com uma única mulher americana não-prostituta.

    Fiquei pensando porque eles agiam assim, e juntando fragmentos de conversa, cheguei a uma conclusão: era uma manifestação de desprezo para com os EUA (e de quebra, todo o Ocidente) que eles consideravam uma terra intrinsecamente imoral, e portanto, não fazia sentido eles agirem de forma respeitosa ali. Mulher para casar, só a árabe; a americana servia para o sexo, e isso era justo porque os americanos eram todos imorais. E pronto.

    Não estou sendo preconceituoso. Todo o mundo sabe que os muçulmanos consideram o modo de vida ocidental como imoral. Todo o mundo sabe que os árabes são inimigos dos EUA. Eu vejo, então, essa postura de sexualizar as mulheres do inimigo como um ato de hostilidade, coerente com o desprezo que nutrem pelo inimigo. ACASO ISSO NÃO É MUITO SEMELHANTE À MANEIRA COMO OS ITALIANOS E EUROPEUS EM GERAL NOS VÊEM? Não é a mesma construção lógica - eles não têm civilização, portanto não têm moral, portanto eu não tenho que lidar com eles de uma forma civilizada e moralizada?

    ResponderExcluir
  8. Pedro, você não está sendo radical?

    ResponderExcluir
  9. Respondendo a Vanessa, estou expondo conclusões que levei muito tempo para tirar, e me baseei, sobretudo, em material que li em sites de homens estrangeiros que desejavam encontros com brasileiras.

    Lembrando o que o Druida disse aqui uma vez, os homens europeus nunca dizem certas coisas assim "na lata" para mulheres brasileiras, pois sempre têm a esperança de um dia levá-las para a cama, mas quando estão só entre eles, a conversa é mais franca. E é curioso como todos se sentem à vontade para se abrir e contar tudo na internet - deve ser o anonimato proporcionado pelos nick's, bem como a falta da presença física do interlocutor. Mas o que eles dizem fica lá registrado, pode ser lido por milhares de pessoas, e essas pessoas podem juntar as peças e montar o quebra-cabeças. Foi o que eu fiz.

    ResponderExcluir
  10. Pedro E Druida , eu concordo com vcs quando se trata do europeu medio. Mas existe tb o europeu culto, muitos italianos sao pessoas bastante educadas(formalmente). Aqueles que vem de familias de intelectuais, nao sao assim. Meu marido, vem de uma familia de medicos, Quatro geracoes de medicos. Do outro lado o avo dele ,era um estudioso, muito interessado em filosofia. Esse tipo de pessoa nao pensa desta forma. O fato de eu ser brasileira tipica, foi um motivo e atracao para ele. Mas nao foi e nao eh, um determinante na nossa relacao.Continuamos felizas depois de quinze anos de casamento. E sempre fui bem aceita pela familia e pelos amigos(maioria advogados filhos de pessoas tb cultas).Na minha opiniao eh a ignorancia e nao outros motivos que causam o preconceito contra a brasileira.
    Mas , eu concordo no caso do italiano medio, quando eu vou a Italia, e saio do eixo familia/amigos, sinto sim, o preconceito. E homens bastante :assanhados"!!

    ResponderExcluir
  11. Uma questão de educação, somente?

    Tenho que concordar que o mínimo que se espera de uma pessoa bem educada é que ela tenha modos e compostura, mas os pensamentos continuam livres. Boa parte das construções simbólicas que compõem a atual imagem das mulheres brasileiras foi produto de antropólogos, sociólogos e historiadores, gente obviamente culta.

    Vejo nesse ponto de vista uma certa injustiça contra pobres e ignorantes. Em passado recente, milhões de italianos e portugueses pobres e ignorantes vieram ao Brasil e tiveram uma conduta perfeitamente decente, casaram-se com mulheres brasileiras igualmente decentes, tiveram muitos filhos e viveram felizes para sempre. Mas como eu disse antes, isso acontecia porque eram uniões entre pessoas de condição social semelhante. Inexistia a divisão Superior X Inferior, presente nas fantasias de dominação masculina. É por isso que eu vejo, na sexualização da mulher brasileira, um sinal do fim da amizade que um dia existiu entre italianos e brasileiros, e que deu origem a tantos descendentes.

    ResponderExcluir
  12. A itália é um Brasil na europa querem se passar por mais evoluídos conversa é um lixo como o Brasil.

    Mulher lá não tem o mínimo respeito, vejam o caso recente da brasileira morta lá, foi se meter com italiano e perdeu a vida.

    Falam muito do turismo, mas tudo é caro, sujo e desorganizado.

    Tem muitos furtos também e não sei se há roubos dizem que não, mas tenho as minhas dúvidas.

    Tenho uma viagem para lá, mas não tenho vontade de conhecer o Brasil 2, um já basta.

    Italiano é um povo apedeuta,barulhento e sujo brasil é logo ali. kkkkk

    É isso aí.

    ResponderExcluir

Seja bem vindo e volte sempre para postar.Seja educado que as pessoas serao educadas com voce.Manifestos racistas e xenofobos nao serao bem recebidos.Argumente com fatos e aprenda a aceitar a opiniao dos outros.

Druida e Maga.